Saibamos aceitar os desígnios Divinos, em qualquer momento de nossas vidas.

Nem sempre são flores e também nem tudo são só espinhos!

Nossas vidas são permeadas por momentos que nós mesmos construímos e muitas das grandes passagens e acontecimentos nós mesmos é que pedimos. Não duvidemos desta certeza já que não há outra resposta para circunstâncias que passamos e não encontramos o devido aclaramento sob os olhos do mundo material.

Virá um dia em que tudo isto se converterá em certeza, mas, enquanto isto não ocorre, necessitamos de serenar nossos corações e nossos pensamentos, elevar ao alto nossos melhores votos e entregar nossos desígnios ao Criador. Só Ele, ninguém mais, é que tem conhecimento de nossos compromissos e de nossas responsabilidades e poderá nos orientar, em qualquer momento de nossas existências.

Aqui estamos vivendo experiências materiais e procedendo ao consertamento de nossas almas. O aprimoramento constante requer de nós as melhores ações e por maior e mais eficazes que sejam, nem sempre atingimos os nossos objetivos. Em grande parte ficamos aquém das nossas responsabilidades; estacionamos e deixamos de fazer “todas” as lições que nos cabem.

Nesta trajetória imperfeita, inferiores que somos, não conseguimos eliminar e nem superar nossas adversidades, alcançando noutras vezes mais débitos por invigilância e desregramentos.

Nossa existência, porém, é muito mais permeada por momentos bons do que aqueles que consideramos “maus”. Esses, aos olhos comuns, assim são tratados, mas são eles que contêm os maiores chamamentos e que nos deixarão os maiores ensinamentos.

Quando somos visitados em nossos lares por perdas inesperadas devemos abrir o coração, deixar de lar a lamúria e ter “fé” no Criador, confiando nEle, pois será este o grande estágio que necessitamos passar para superar os obstáculos que atravancam nossa jornada.

Quanto antes nos entregarmos ao Pai, orando a Jesus, nessas horas, mais cedo nossa vida entrará em conserto com o Mundo Maior e passaremos a ser merecedores das dádivas que nos são destinadas, como compensação por tudo que vivenciamos.

Jamais podemos nos entregar ao desanimo. Nada conseguiremos com tal conduta; só atrasaremos nosso reacerto e os melhores propósitos que nos esperam.

Inexiste o acaso nestes momentos e em quaisquer outros. Tudo é consertamento na obra de cada um e dentro da Vida Maior.

Saibamos aceitar os desígnios Divinos, a qualquer momento, e cerrar fileiras no bem, em busca de melhores momentos para que nossas vidas sejam coroadas de êxito.

Tarefa individual é obra de cada um na busca de dias melhores, seguindo para o progresso.

Jesus seja o guia e o amigo nestas horas.

Força e fé, que tudo se transformará para o nosso bem.

Confiemos e lutemos.

ALEXANDRE DE JESUS

Mensagem psicografada pelo médium Vicente Benedito Batagello, no C.E. Luz e Fraternidade (Casa da Sopa Emilia Santos) , Araçatuba, SP, na noite do dia 03/05/2010

(Texto recebido em email de Vicente Benedito Batagello)

FacebookWhatsAppTwitterLinkedInPinterestGoogle Gmail